Arte denuncia aumento das porções alimentares

Um estudo avaliou 52 reproduções do quadro "A Última Ceia", elaboradas no último milénio, com o objectivo de identificar algum tipo de correlação entre o tamanho dos pratos e porções alimentares vs evolução do tempo.

 

 

Os investigadores partiram do pressuposto que se as porções alimentares têm aumentado nos últimos tempos, então seria de esperar que isso estivesse espelhado na arte - e nada melhor do que utilizar o tão famoso quadro da última ceia de Cristo.

 

Determinaram-se assim as diferenças no tamanho do pão, dos pratos e das refeições, entre as várias réplicas.

 

Tal como foi inicialmente avançado, obteve-se uma correlação positiva média (r=0,52) no caso do tamanho da comida vs evolução do tempo, confirmando que o aumento das porções alimentares com o passar dos anos está, provavelmente, também presente e "documentado" nas obras de arte.

 

Referências:

Wasink, B. & Wansink, C. S. (2010). The largest last supper: depictions of food portions and plate size increased over the millennium. International Journal of Obesity. Advance online public

ation. doi: 10.1038/ijo.2010.37

 

 

 

Aceder directamente ao artigo, aqui.

 

 

 

Inúmeras coisas a postar, mas sem tempo.

CV actualizado, aqui.

 

 

Foto-fonte

Publicado por Psicologia & Alimentação às 02:28 | Link do post